Publicado em

Água – O Combustível da Vida

Tempo de Leitura: 11 minutos

Todos nós sabemos da importância da água para a vida, foi a partir dela que a vida surgiu na terra, e ela é essencial para manter nós vivos, além de ser responsável pela vida o consumo dela nos ajuda a equilibrar nosso metabolismo, traz nutrientes e minerais dissolvidos em sua composição, ajuda no funcionamento dos rins. Por isso, resolvemos publicar um artigo especial para ela.

A água, é uma substância química, abundante no universo, e em especial no nosso planeta Terra, onde é essencial para a manutenção da vida. Cobre mais de 60% da superfície do planeta, e a maioria dos seres vivos e vegetais em grande parte da composição do peso deste elemento.  Menos de 1% de toda a água existente é própria para o consumo humano, por este motivo, é que devemos nos preocupar com a polição da água.

Embora os oceanos cubram a maior parte da superfície terrestre, sua água é inadequada para o consumo humano por conta de sua salinidade. Somente uma pequena fração disponível sobre a superfície dos continentes que contém poucos sais dissolvidos, a água doce, está disponível para consumo direto. Contudo, sua distribuição não é uniforme, o que faz com que diversas regiões sofram de escassez hídrica. As atividades humanas, principalmente a agricultura, possuem grandes necessidades de retirada de água de seu leito natural, o que tem afetado negativamente sua distribuição sobre os continentes, bem como da água subterrânea.  A água é indispensável no modo de vida da humanidade, de forma que está fortemente ligada à cultura de todos os povos da Terra. Diante dos problemas advindos do mau uso dos recursos hídricos, surge uma nova consciência de que é necessário utilizar a água racionalmente.

Na fase líquida, a água é uma substância inodora, insípida e transparente. Menos de três por cento da água da Terra encontram-se fora das massas líquidas dos oceanos e, geralmente, possuem concentrações bem menores de sais minerais, sendo denominada como água doce, que é própria para o consumo humano e a manutenção da vida, a água é de fundamental importância para todos os seres vivos, este fato reside na sua capacidade de mediar reações bioquímicas tanto no interior quanto entre as células dos organismos.

A água no Corpo Humano

O corpo humano é constituído em média 60% de água, cuja distribuição varia conforme o tecido. Enquanto o tecido adiposo praticamente não contém água, os músculos esqueléticos são constituídos por 73% de água. O plasma sanguíneo chega a ser constituído em mais de 90% de água. O suor, utilizado para manter a temperatura corporal constante em cerca de 37 °C, é uma das principais causas de perda de água do organismo que acontecem continuamente, mas em especial quando ocorre a prática de uma atividade física intensa. A água é também o principal componente da urina, que carrega consigo os rejeitos gerados pelo metabolismo que precisam ser excretados. No total, cerca de dois litros de água são perdidos diariamente do corpo de uma pessoa adulta. Desta forma, a mesma quantidade deve ser reposta para evitar a desidratação, através do consumo de água tratada e alimentos ricos em água, como frutas e vegetais. A sensação de necessidade de água chama-se sede e é controlada pelo hipotálamo. Dada a sua importância para o transporte de substâncias e para a manutenção da temperatura corporal, os efeitos da desidratação são logo percebidos e, no caso de nenhuma ingestão de água, o indivíduo morre em no máximo quatro dias.

Importância da Água para a humanidade

De fato, nossa relação com os recursos hídricos terrestres vai muito além de uma necessidade fisiológica, desde o início da história humana, o desenvolvimento dos primeiros assentamentos não era feito longe de rios e lagos, onde a água trazia consigo grande abundância de alimentos. Grandes civilizações desenvolveram-se ao longo de rios, onde a água passava a ser utilizada também como meio de transporte, comércio e desenvolvimento. Sistemas de irrigação foram igualmente importantes para a produção de alimentos, especialmente em regiões áridas.

A água mantém a vida na Terra e também sustenta todo o estilo de vida da humanidade de forma indispensável, sendo usada para consumo e higiene, produção de alimentos, navegação e geração de energia, dentre muitos outros. Contudo, o uso de quantidades cada vez maiores de água e a falta de cuidado com os dejetos gerados trouxeram uma série de problemas que comprometem a qualidade e a durabilidade dos recursos hídricos. Além disso, apesar de milênios de desenvolvimento do uso dos recursos hídricos, uma fração considerável da população mundial ainda não tem acesso à água de qualidade nem mesmo para consumo próprio.

Água potável é aquela que pode ser consumida sem nenhum risco de contaminação por agentes químicos ou biológicos a curto e longo prazo. A qualidade da água, por outro lado, está relacionada com todas as substâncias químicas, partículas e microrganismos que estão contidos em si. Geralmente é grande a quantidade de substâncias dissolvidas ou em suspensão, dada a elevada capacidade da água de diluir materiais. Mais da metade da população mundial recebe água encanada diretamente em seus lares. Águas minerais são aquelas que contém diluídas consideráveis quantidades de sais minerais que em geral são benéficos á saúde. Água contaminada traz diversos riscos à saúde de quem a consome. Muitas doenças são causadas pelo consumo de água imprópria, geralmente contendo micro-organismos danosos.

Quanto devemos Consumir de Água

Como uma base, um ser humano adulto, deve ingerir cerca de 35 ml de água por kilo, ou seja, uma pessoa de 70 kilos deverá ingerir 2 litros de água, já uma pessoa de 100 kilos deverá ingerir 3,2 litros de água. Isso somente para repor o que é perdido na manutenção da vida, como o respirar, andar, urinar, entre outras atividades. Para atletas e pessoas que estejam em processo de emagrecimento ou desinfecção do organismo, essa quantidade deve ser de 50 ml por quilo. Lembrando que para este calculo, devemos considerar que a maioria dos alimentos que consumimos também possui água em sua composição.

A quantidade de água que se deve beber depende da constituição física, do nível de atividade e da umidade do ar. O corpo humano perde uma quantidade significativa de água através da respiração, transpiração e urina. Por tudo isto, os especialistas têm recomendado que se beba aproximadamente 2 litros de água por dia. Beber bastante água faz com que todo o organismo fique mais equilibrado e resistente. A quantidade de água perdida pelo organismo deve ser reposta gradualmente ao longo do dia, assim os 2 litros de água recomendados, devem ser ingeridos em porções e intervalos regulares. Geralmente temos recomendado 1 a 2 copos ao levantar-se, e o restante distribuídos nos intervalos das refeições, até 30 minutos antes de cada refeição e 1 a 2 horas após, para que não haja prejuízo em termos de perdas de nutrientes ou má digestão. O homem pode passar até 28 dias sem comer, mas apenas 3 dias sem água.

Aparentemente, à medida que envelhecemos, ficamos cada vez mais “secos”, uma pessoa com idade avançada pode chegar a conter apenas 55% de água no corpo.

Para alcançar a quantidade de água que deve ser ingerida ao dia (para ao menos repor o que é perdido), deve-se lançar mão da ingestão de líquidos, principalmente água. Existe uma maneira fácil de reconhecer se a quantidade de água ingerida é suficiente, quando a urina é eliminada em grandes quantidades e tem uma cor clara, a quantidade de água é suficiente. Se, pelo contrário, a urina é eliminada em pequenas quantidades e tem uma cor escura, é necessário aumentar o consumo de água.

Água como Remédio

Estudos mostram que consumir a água pura (não misturada a refrigerantes ou presente em alimentos), ou a água presente em sucos naturais e chás sem adição de açúcares e corantes artificiais é um dos principais fatores para melhora do desempenho físico em atletas, e ajuda a combater centenas de males sendo um dos principais o diabetes e a hipertensão.

Pessoas que bebem mais de 8 copos americanos de água por dia tem cerca de 21% menos chances de desenvolver o diabetes, e 30% menos chances de desenvolver a hipertensão é o que aponta um estudo realizado pela Associação Americana de Diabetes (American Diabetes Association – www.diabetes.org). Além disso, a água melhora a absorção de vitaminas, e sais minerais, evita dores de cabeça, além de melhorar as funções renais.

Coadjuvante na perda de peso, a água não contém carboidratos, nem calorias, nem gorduras, nem açúcares, e muitas vezes quando estamos com a sensação de fome estamos mesmo é com sede, portanto beber água ajuda quem está tendo dificuldades com a redução alimentar. Além do mais, beber a água gelada gasta calorias, pois o corpo queima calorias ao tentar se aquecer para elevar a temperatura interna.

Diminui as chances de um ataque cardíaco, já que o sangue é 80% feito de água, sua falta no organismo faz o sangue ficar mais grosso exigindo mais força do coração para trabalhar, quem bebe mais de 8 copos de água por dia tem 40% menos chances de sofrer problemas cardíacos.

Um corpo desidratado, tende a ter sintomas de dores de cabeça, fadiga, fraqueza muscular, tontura e até outros sintomas desagradáveis. Muitas pessoas que tem dor de cabeça constante, podem melhorar simplesmente aumentando o consumo de água, ou de sucos naturais.

Mantém a pele saudável, a hidratação da pele de quem consome mais água é muito melhor do que a de um corpo com pouca água, dai o brilho e o tônus da pele ficam muito melhores e rejuvenescidos, basta 1 semana bebendo água regularmente e você já vai sentir a diferença.

Nosso intestino precisa de água para funcionar, e a água ajuda também a manter os níveis ideais de acidez estomacal, evitando problemas como ulceras e gastrite, quem tem problemas de intestino preso vai sentir uma enorme diferença ao consumir mais água e fibras.

A água é conhecida como o solvente universal, pois consegue diluir e dissolver praticamente tudo, e isso ajuda o corpo a eliminar as toxinas presentes em alimentos, combater bactérias e virus, além de facilitar o trabalho dos rins, quem bebe mais água, tem menor chance de pedra nos rins e na bexiga além de ajudar a expulsar pequenas pedras existentes.

Beber água e manter a hidratação, antes, durante e após exercícios físicos é muito importante.

BEBA ÁGUA COM ESTÔMAGO VAZIO Hoje é muito popular no Japão beber água imediatamente após levantar, na parte da manhã. Além disso, a evidência científica tem demonstrado estes valores. Para idosos com doenças graves e doenças em tratamento médico, a água tem sido muito bem sucedida. Para a sociedade médica japonesa, uma cura de até 100% para as seguintes doenças: Dores de cabeça, corpo ferido, problemas cardíacos, artrite, taquicardia, epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite, aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite, diarréia, diabetes, hemorróidas, todas as doenças oculares, obstipação, útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.

Método de tratamento:
1. Na parte da manhã e antes de escovar os dentes, beber 4 x 160ml copos de água.
2. Lavar e limpar a boca, mas não comer ou beber nada durante 45 minutos.
3. Após 45 minutos, você pode comer e beber normalmente.
4. Após os 15 minutos do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada durante 2 horas.
5. Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 4 copos de água, no início podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente a quantidade para 4 copos.
6. O método de tratamento cura doenças e outros podem desfrutar de uma vida mais saudável. A lista que se segue apresenta o número de dias que requer tratamento para curar, controlar e reduzir as principais doenças:

  • 1. Pressão alta – 30 dias
  • 2. Gastrite – 10 dias
  • 3. Diabetes – 30 dias
  • 4. Obstipação – 10 dias
  • 5. Câncer – 180 dias
  • 6. TB – 90 dias?
  • 7. Os doentes com artrite devem continuar o tratamento para apenas 3 dias na primeira semana e, desde a segunda semana, diariamente. Este método de tratamento não tem efeitos secundários. No entanto, no início do tratamento terá de urinar frequentemente. É melhor, se continuarmos com o tratamento, porque este procedimento funciona como uma rotina de nossas vidas.

Beber água é saudável e dá energia. Isto faz sentido: o chinês e o japonês bebem líquido quente com as refeições, e não água fria. Talvez tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água potável para água quente, enquanto se come. Nada a perder, tudo a ganhar! Para quem gosta de beber água fria, esta secção aplica-se a eles. É bom beber um copo de água fria ou uma bebida fria após a refeição, porém, a água fria ou bebida fria solidifica o alimento gorduroso que você acabou de comer. Isso retarda a digestão. Uma vez que essa “mistura” reage com o ácido digestivo, ela reparte-se e é absorvida mais rapidamente do que o alimento sólido para o trato gastrintestinal. Isto danificada o intestino. É melhor tomar uma sopa quente ou água quente após cada refeição.

Beber Água é Um Hábito

Muitas pessoas não tem o hábito de beber água, e para criar este hábito, deixar uma garrafa sempre a mão ajuda a manter a disposição, portanto, nunca esqueça de deixar um suco natural, um chá ou uma garrafa de água sempre com você.

O ideal, é beber 2 copos assim que acordar, ajuda a despertar, e a fazer seu intestino trabalhar, além de baixar a acidez do estomago evitando indisposição. Depois, o ideal é beber 1 copo de água por hora, mais se você não tem o hábito, beba pelo menos 1 copo grande entre as refeições, e antes de cada refeição beba pelo menos 1 copo de água, que vai ajudar na saciedade e reduzir a quantidade de alimento que você ingere, sendo coadjuvante da perda de peso.

Comentários