Publicado em

Figo

Tempo de Leitura: 10 minutos

A Figueira comum, é uma árvore originária do mediterrâneo e foi uma das primeiras árvores a ser cultivada pelo homem, por produzir um fruto comestível com enormes propriedades. É uma arvore descrita na Bíblia, desde os tempos de Adão e aparece em centenas de outros relatos desde o principio da humanidade. Existem diversos tipos de figueiras, com diferentes tipos de frutos, as mais comuns atualmente são a figueira carica, que produz frutos de cor verde ao roxo e a figueira do reino, que produz frutos verde-amarelados. Todos possuem grandes propriedades para a saúde, como visto neste artigo.

A Figueira comum, é uma árvore originária do mediterrâneo e foi uma das primeiras árvores a ser cultivada pelo homem, por produzir um fruto comestível com enormes propriedades. É uma arvore descrita na Bíblia, desde os tempos de Adão e aparece em centenas de outros relatos desde o principio da humanidade.

Seu sabor é delicioso, e apreciado desde a antiguidade, mas a fruta não é uma das mais comuns em nossa alimentação. A versão seca do figo pode ser facilmente encontrada, mas o que muitas pessoas não sabem, é que a contribuição pode ser muito significativa para o nosso corpo.

Figo é o fruto da figueira, originário da região do mediterrâneo, pertencente à família Moraceae. Seu formato é semelhante ao da pêra e mede entre 3 e 7 cm. Pode ser encontrado de vários tipos com tamanho, forma e cor diferentes, por exemplo, pretos, roxos, vermelhos, verdes ou amarelos. Ligeiramente doce, com textura lisa e crocante por causa das sementes.

Principais Formas de Consumo

Na culinária, os figos estão presentes, principalmente, na produção de doces e geleias, mas também podem ser consumidos secos ou frescos.

O figo, pode ser consumido Cru, como uma fruta, com casca e tudo, ou descascado. Antes do consumo in-natura no Brasil, deve-se lavar muito bem com o auxilio de uma esponja para retirar todos os resíduos de agrotóxicos presentes na casca, ou descascados completamente. Como o Figo é uma fruta sensível a bactérias é muito difícil encontra-lo orgânico, para consumo fresco.

A forma mais comum de encontrar o Figo no Brasil é seco, conhecido como FIGO TURCO, geralmente importado do oriente médio onde é produzido em suma maioria de maneira orgânica devido as condições climáticas e a inexistência de pragas que ataquem as árvores. A figueira é uma árvore que produz durante muitos anos seguidos, sem prejuízos na produção, e no oriente médio, são extremamente resistentes a pragas e a outras doenças, não havendo necessidade de ser utilizados agrotóxicos químicos, o combate é feito através de produção orgânica.

Outra forma comum de se consumir o figo no Brasil é em calda, onde os frutos ainda jovens, e verdes são cozidos em uma calda de açúcar, utilizada na decoração de pratos, e no consumo geral, a desvantagem do consumo nessa forma é que ele é muito rico em açúcares utilizados na fabricação da calda o que eleva em muito as calorias da fruta, não acrescentando muitos benefícios nem retirando muitos nutrientes.

As folhas da figueira também podem ser ingeridas, e são geralmente preparadas em pratos de origem mediterrânea, muito presentes na alimentação de povos judeus, arabes e sírios. São ingeridas depois de escaldadas e cozidas, em pratos como o charuto, que podem ser preparados com folhas de figo, folhas de uva, folhas de repolho e folhas de abobora, dependendo da região onde são preparados. Da sua folha também podem ser feitos bebidas como o licor que pode ser preparado com os frutos e folhas, ou somente com as folhas ou somente com os frutos.

O figo in-natura pode ser consumido em pratos doces e salgados, é um fruto de sabor levemente doce, e com uma textura muito peculiar, que confere um deferencial no preparo frito para pratos quentes, ou mesmo no preparo de risotos ou decorações de carnes e assados. Também pode ser usado na preparação de pratos doces ou saladas, sendo uma fruta muito versátil na alimentação até mesmo devido ao seu largo consumo durante toda a história da humanidade.

Valores Nutricionais

O figo é altamente energético, por ser rico em açúcar. Contém vitamina C, sais minerais como potássio, cálcio e fósforo. Combate inflamações do sistema respiratório. Possui ação laxativa suave, por conter fibras solúveis. Ajuda na prevenção do câncer, devido à presença da substância benzaldeído.

Os benefícios do figo não só incluem fornecimento de Potássio, fibras, como também quantidade significativa do mineral Manganês. O percentual calórico é uma das principais informações convenientes, principalmente para os adeptos de dietas. A fruta é livre de gorduras, e possui baixa quantidade de calorias e baixo teor de sódio o que diminui a retenção de líquidos.

Propriedade Quantidade % Valores Diários
Valor energético 41.5kcal = 174kj 2%
Carboidratos 10,3g 3%
Proteínas 1,0g 1%
Fibra alimentar 1,8g 7%
Cálcio 27,4mg 3%
Vitamina C 0,8mg 2%
Fósforo 14,6mg 2%
Manganês 0,1mg 4%
Magnésio 11,3mg 4%
Lipídios 0,2g
Ferro 0,2mg 1%
Potássio 174,4mg
Cobre 0,1ug 0%
Zinco 0,1mg 1%
Tiamina B1 0,1mg 7%

* % Valores diários com base em uma dieta de 2.000 Kcal ou 8.400kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades.

Propriedades

O figo contém magnésio, potássio, cálcio e ferro. O magnésio e o potássio são importantes para a saúde dos ossos, o potássio mantém o equilíbrio hidroeletrolítico do corpo e o ferro faz parte da hemoglobina, importante para a oxigenação das células. O figo também é rico em pectina, uma fibra solúvel, que pode auxiliar na diminuição dos níveis de colesterol sanguíneo e glicemia. E é recomendado para pessoas com intestino preso, pois pode ter efeito laxativo.

Os figos podem ser comprados verdes em doces em compota (porém esses são ricos em açúcar), inchados como figo-rami (figo seco) ou maduros para consumo in natura. Os figos frescos devem ser inteiros (macios, mas firmes), sem bolor e sem partes moles.A melhor época para comprar é entre dezembro e março.

Os figos frescos são fontes de poli-fenólico de flavonoides e antioxidantes, tais como caroteno, luteína, taninos, ácido clorogênico, e muitos outros. A função desses antioxidantes é tamanha, que o figo é comparado à maçã. O fruto ainda pode ser reconhecido como fonte de vitaminas de complexo B, como niacina, piridoxina, folatos e ácido pantoténico, contribuindo com o metabolismo de gorduras, proteínas e carboidratos.

Benefícios Para a Saúde

1. Reduz a pressão arterial

Os figos são uma boa fonte de Potássio, que é um mineral que pode ajudar no controle da pressão arterial e batimentos cardíacos. O consumo regular de figo pode auxiliar na deficiência de Potássio, já que o baixo consumo deste, combinado com a ingestão de Sódio, pode levar à hipertensão. Sabemos que há diversas pessoas que não consomem as porções ideais de legumes e frutas, porém, estas consomem alta quantidade de Sódio, que está muito presente em alimentos de fast-food e processados.

2. Ajuda na perda de peso

O figo pode ser considerado uma boa fonte de fibra dietética. É importante que saibamos que os alimentos ricos em fibras podem oferecer efeitos positivos à gestão de peso. Pessoas que consomem figos regularmente podem notar que as fibras podem oferecer sensação de saciedade, o que reduz a fome, assim ingere-se menos porções, não favorecendo ao ganho excessivo de peso. O figo é um dos alimentos indicados para o melhor gerenciamento de peso.

Consumir um ou dois figos antes das refeições pode ajudar você a se sentir saciado, o que o fará ingerir porções menores nas refeições seguintes.

3. Previne o câncer de mama

SRico em antioxidantes, o figo possui flavonoides e fenóis, a exemplo da catequina, rutina e ácido clorogénico, agentes que limitam o metabolismo de células causadoras do câncer. Já a fibra alimentar, também presente no figo, tem atuado na redução do surgimento do câncer de cólon e de mama. Sendo uma fruta rica em fibras, pesquisas foram realizadas a fim de estudar a eficiência dessas fibras para reduzir os efeitos no período de pós-menopausa das mulheres. Foi comprovado que o maior consumo dessas fibras pode reduzir até 34% do risco de ocorrência de câncer de mama. Já em mulheres que nunca haviam se submetido à reposição hormonal, a redução do risco foi de 50%.

4. Diabetes

Esse efeito não só se limita à ingestão da fruta, mas também das folhas de figueira. Sim, elas são comestíveis e possuem justificativas suficientes para você se sentir convencido de comê-las. É dito que a fruta e as folhas possuem propriedades antidiabéticas, o ácido clorogênico é um dos principais responsáveis por esses benefícios do figo, podendo ser eficiente para o equilíbrio dos níveis de insulina necessários para as pessoas que sofrem com diabetes e necessitam da suplementação desta.

O consumo regular não só pode ser feito ao comer a fruta como sobremesa nas refeições, como também através da extração do líquido contido nas folhas de figueira.

5. Fluxo intestinal e Prisão de Ventre

Os figos podem agir positivamente contra constipação intestinal (prisão de ventre), assim estimulando o funcionamento regular do seu intestino. As fibras contidas no fruto podem manter seu organismo mais limpo através do efeito levemente laxativo, já que haverá a eliminação regular de toxinas. A limpeza do canal anal também pode reverter consequências originadas de hemorroidas.

Para obter esses efeitos, o recomendado é o consumo diário de 2 porções de figo, ou reservar de 2 a 4 figos em um copo de água durante a noite, guardando-os para consumo na manhã seguinte, sem desperdiçar a água. Os compostos fito-químicos ajudam ainda na eliminação de oxigênio prejudicial, o qual é derivado de radicais livres do corpo.

6. Anemia

Os figos são ricos em Ferro, principal mineral para o controle de glóbulos vermelhos e prevenção de anemias. O consumo desse fruto é, principalmente, recomendado para mulheres gestantes e crianças, pois devem manter os níveis de glóbulos vermelhos.

7. Antioxidantes

Pesquisas demonstraram que mais um dos benefícios do figo é auxiliar no aumento significativo na capacidade antioxidante, a qual se estende às 4 horas consecutivas após a ingestão. Essa contribuição permite que o corpo supere estresses oxidativos de consumo de alimentos pouco saudáveis, como aqueles com xarope de milho, rico em frutose, comum em bebidas carbonadas. As opções de figos mais escuros contam com maior capacidade antioxidante e fitonutrientes.

8. Efeito anti-inflamatório

Os legumes e verduras são referências para a manutenção da saúde da visão, mas o que poucas pessoas sabem é que ao consumir no mínimo três porções por dia de figo é possível reduzir o risco de degeneração macular relacionada à idade, que é a principal causa de perda de visão de adultos com idade mais avançada.

Os figos possuem alto nível do flavonoide luteolina, e a famosa luteína, que oferece ações anti-inflamatórias específicas para todo o corpo. A Luteolina e a luteína, possuem capacidade antioxidante forte que pode neutralizar radicais livres. Quando comparada, esta pode ser eficaz no bloqueio de crescimento de tumores, além de auxiliar na prevenção e tratamento de cancro da pele.

9. Fortalece os ossos

Os benefícios do figo ainda podem favorecer os ossos, pois a fruta é rica em Cálcio e Potássio, nutriente fundamental para a prevenção de osteoporose, e ainda aumentando a densidade óssea.

10. Reduz fadiga e beneficia os músculos

O consumo de fibras pode ajudar nos níveis de energia. É importante que saibamos que metade das fibras ingeridas são absorvidas por bactérias. As fibras ingeridas podem ser então absorvidas e enviadas diretamente para os músculos, sendo reconhecida como uma fonte de combustível imediato. Essa energia produzida pode combater à fadiga e colaborar com o efeito anabólico, aumentando ainda o rendimento nos treinos.

11. Melhora a Aparência da Pele

Com elevados níveis de vitaminas, o figo auxilia na nutrição e no rejuvenescimento da pele. Pela presença de fenóis e flavonoides, a fruta também age como defensor das células da pele a partir da oxidação, devido os radicais livres, e atua também como anti-inflamatório.

12. Colesterol

Por conter pectina, uma fibra dietética solúvel, o figo é eficiente no auxílio da absorção do colesterol e estimula a liberação do mesmo sem causar danos ao organismo. A fruta também é rica em antioxidantes e ácidos graxos, e suas folhas podem ser utilizadas como componente redutor do nível de triglicerídeos.

Utilidades Medicinais na Fitoterapia

Doenças da Boca, deve-se comer o figo cozido em leite. Descascá-lo e picá-lo antes de cozinhar, utilizando todas suas partes.

Calos – Aplicar localmente o suco leitoso das folhas e ramos da figueira.

Caspa – Macerar figo seco juntamente com sal e limão. Massagear o couro cabeludo com este preparado.

Constipação intestinal (prisão de ventre) – Recomenda-se substituir, ao longo de semanas, pelo menos uma refeição diária por figos.

Expectoração De Catarro – Cozinhar o figo, descascado e picado, em leite e um pouco de mel. Compor uma refeição com este preparado. Usar quente. O infuso das folhas de figueira é também recomendado.

Feridas Abertas – Aplicar localmente o suco de folhas de figo ou a pasta de figo.

Dores e Problemas de Garganta – Cozinhar o figo descascado. Com a água deste cozimento, fazer gargarejos, enquanto ainda estiver aquecida.

Inflamações em geral – Cozinhar o figo, descascado e picado; em água. Fazer refeições exclusivas deste preparado, até a eliminação de toda a inflamação.

Podem ser empregadas como coadjuvantes no tratamento de: Anemias, Bronquites, Prisão de ventre, Fadigas,  Doenças degenerativas, Dores de estômago, Infecções gerais, Esgotamento físico, Estresse, Faringite, Hipertensão, Fortalecimento dos ossos, Mau humor, Degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

Comentários